quinta-feira, 16 de junho de 2011

Depende de nós


No geral tenho me considerado uma grávida bem tranquila emocionalmente. Não tô carente demais, não tô ansiosa demais, não tô insegura demais, não tô com medo demais. Sinto tudo isso, mas moderadamente!

Mas outro dia me bateu um excesso de consciência que chegou a dar uma certa angústia. Fiquei pensando que a vida da minha filha, pelo menos enquanto ainda for criança, vai ser toda escrita por mim. Pensei nas mínimas coisas, e me deu um frio na barriga, um aperto no estômago e um gelo na espinha... kkkkk

Depende única e exclusivamente de mim e do pai dela as roupas que ela vai usar, os primeiros amiguinhos que vai fazer, o corte de cabelo que ela vai ter, a rotina que ela vai entrar, a comida que ela vai comer, as viagens que ela vai fazer, as festinhas que ela vai ter.

Depende única e exclusivamente de mim e do pai dela se ela vai ter as unhas cortadinhas, se vai usar esmalte, se vai andar com o cabelinho penteado, se vai ter as roupinhas combinando, se vai se fantasiar no carnaval.

Depende única e exclusivamente de mim e do pai dela as broncas que ela vai levar (ai, tadinha), os programas que ela vai poder ou não fazer, os países que ela vai conhecer (tomara!), o carrinho que ela vai passer, as músicas que ela vai escutar, os parquinhos que ela vai frequentar e a escola que ela vai estudar!

E isso é pouco em relação a tanta responsabilidade que teremos sobre esse serzinho que me habita!!! É ou não é pra dar um medinho??!!!!


8 comentários:

  1. Gela mesmo saber que nossa contribuição na formação do caráter delas depende da gente...
    Acho que tiraremos de letra, viu?
    Beijossss

    * foto do post deu uma saudade da minha unha feita kkkk

    http://morethanwords.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ree, socorrooo, nem fiquei pensando nisso quando estava gravida da Manu, acho que ia pirar, hahaha. Qto a banheira, como eh o tempo ai em Maputo? O banheiro fica perto do quarto? A minha tem trocador, acho mais pratico, levo tudo pro banheiro e a Manu ja sai de la lavada, trocada e quentinha..como aqui em Sp esta muito frio, nem tenho coragem de sair com ela do banheiro, enrolada na toalha para troca-la no quarto...eu preferi com trocador e nao me arrependi, ate porque, mais pra frente vc pode tirar o trocador e ficar so com banheira. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Re, me identifico total com "ai tadinha, com as broncas", rsrsr. a tirar pelos gatos q não me dão confiança qdo brigo, vejo como será com Ana Flor. Sei q precisamos ser fortes, mas talvez deixe isso pro paiiinho. ;) é impossível resistir aos sorrisos. mas já percebo qdo é uma birrinha, rsrs. há de ser fuerte!
    bj amada

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Oiii...sei muito bem o que é isso...as vezes me deparo pensando na responsabilidade de sermos exemplos de nossos filhos... depende apenas de nós...
    Há minha bebê é Malu tb..Maria Luiza..rsrsrs
    estou ti seguindo..
    bjs para vc e para Malu

    ResponderExcluir
  6. é o blog está terrivel desde ontem...rsrsrs
    bjs... há lindo o bercinho e as roupinhas...

    ResponderExcluir
  7. Você vai se sair muito bem, fica tranquila!!!
    Bjokas

    ResponderExcluir
  8. é chocante mesmo quando pensamos em tudo isso... eu queria muito engravidar, desejei muito minha bebe, e qd ela chegou me veio um turbilhao de preocupações e pensamentos. como educar, baba ou creche, oq vestir, oq ensinar... é tanta coisa! mas sei que daremos conta do recado

    ResponderExcluir